Mariah Carey contrata mais seguranças após briga com jurada do "American Idol"

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013 19:44 BRST
 

NOVA YORK, 7 Jan (Reuters) - A cantora pop Mariah Carey afirmou que contratou mais seguranças depois do que descreveu como ameaças supostamente feitas contra ela pela colega de júri do programa de talentos "American Idol" Nicki Minaj, de acordo com uma entrevista ao ABC News.

Carey, de 42 anos, um dos jurados da nova temporada do "American Idol" a partir de 16 de janeiro, disse a Barbara Walters em entrevista nesta segunda-feira que "parecia que era um ambiente de trabalho inseguro".

"A qualquer hora alguém disparando ameaças a alguém, você sabe, não é apropriado", disse Carey. "Sou uma profissional. Não estou acostumado a esse tipo de ambiente", afirmou ela, acrescentando que contratou segurança adicional.

A cantora se referia à amplamente noticiada tensão entre ela e Minaj, que foram vistas discutindo num vídeo da fase de audição do programa.

Walters afirmou que, de acordo com Carey, outras pessoas no programa ouviram Minaj ir além e dizer, atrás das câmeras, que "se eu tivesse uma arma, mataria aquela cadela".

Minaj, cantora e compositora nascida em Trinidad e Tobago, negou anteriormente ter feito qualquer comentário sobre armas de fogo, mas Carey disse a Walters que aumentar sua segurança "era a coisa apropriada a fazer".

Walters também perguntou a Carey sobre notícias de que ela estaria recebendo 18 milhões de dólares por cada temporada do "Idol".

"Acho que estamos próximos, (mas) não posso mesmo falar sobre essas coisas", respondeu.

(Reportagem de Chris Michaud)