"Lincoln" lidera disputa pelo Oscar, com 12 indicações

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 15:59 BRST
 

Por Jill Serjeant

BEVERLY HILLS, 10 Jan (Reuters) - O drama de época da Guerra Civil norte-americana "Lincoln" liderou as indicações para o Oscar nesta quinta-feira, com 12 nomeações, incluindo na categoria de melhor filme, na disputa pelo maior prêmio do cinema mundial.

Na disputa ao Oscar de melhor filme com "Lincoln" estão outros oito filmes, incluindo a história de um naufrágio "As Aventuras de Pi", com 11 indicações.

Os outros concorrentes são o musical "Os Miseráveis", o drama sobre um refém no Irã "Argo", o drama francês "Amour", o suspense sobre a caça a Bin Laden "A Hora Mais Escura", a comédia "O Lado Bom da Vida", "Django Livre", de Quentin Tarantino, e o filme mitológico independente "Indomável Sonhadora".

O Oscar será entregue pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, e os vencedores serão anunciados na cerimônia no dia 24 de fevereiro.

Entre os indicados para melhor ator, os favoritos são Daniel Day-Lewis, por sua interpretação do presidente norte-americano Abraham Lincoln, e Hugh Jackman, por "Les Miserables", enquanto entre as mulheres estão na briga Jessica Chastain, por seu papel como uma agente da CIA em "A Hora Mais Escura", e Jennifer Lawrence, por interpretar uma jovem viúva em "O Lado Bom da Vida".

Em uma lista com grandes surpresas, "Lincoln" também recebeu indicações para Steven Spielberg (direção) e para os atores coajduvantes Sally Field e Tommy Lee Jones, assim como para melhor roteiro adaptado e figurino.

O filme de James Bond "007 - Operação Skyfall" ficou com cinco indicações, incluindo a de melhor canção original e fotografia, mas perdeu a cobiçada menção para melhor filme.

A adaptação para as telas de "Os Miseráveis" ficou com oito indicações, incluindo a de melhor atriz coadjuvante para Anne Hathaway como a trágica heroína Fantine. Mas o diretor Tom Hooper foi deixado de lado na categoria direção, junto com Ben Affleck por "Argo" e Tarantino por seu faroeste violento "Django Livre".

"Amour", uma história de amor tocante sobre um casal idoso, saiu-se bem frente à Academia, levando a indicação de melhor filme e melhor direção para Michael Haneke, e a menção de melhor atriz para Emmanuelle Riva, de 85 anos, que se tornou a atriz mais velha a ser indicada nos 85 anos da Academia.

Do outro lado do espectro, Quvenzhane Wallis, de 9 anos, tornou-se a atriz mais jovem a ser indicada para o Oscar por seu papel no fim do filme "Indomável Sonhadora", que também rendeu uma indicação para o diretor estreante Benh Zeitlin.

 
Atores Emma Stone e Seth MacFarlane apresentam as indicações ao Oscar de melhor ator em Beverly Hills, na California. O drama de época da Guerra Civil norte-americana "Lincoln" liderou as indicações para o Oscar nesta quinta-feira, com 12 nomeações, incluindo na categoria de melhor filme, na disputa pelo maior prêmio do cinema mundial. 10/01/2013 REUTERS/Phil McCarten