ESTREIA-Arnold Schwarzenegger volta como xerife em "O Último Desafio"

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013 14:19 BRST
 

SÃO PAULO, 16 Jan (Reuters) - "O Último Desafio", a volta de Arnold Schwarzenegger como protagonista de um filme desde "Efeito Colateral" (2002), é uma espécie de "Velozes e Furiosos" com xerife. O ator espanhol Eduardo Noriega ("Plata Quemada") lidera as corridas de carro, enquanto o ex-governador da Califórnia defende a lei.

Outros atores coadjuvantes --entre eles, o brasileiro Rodrigo Santoro-- são apenas o apoio para o fortão de 65 anos tentar brilhar de novo.

Schwarzenegger é Ray Owens, xerife de uma cidadezinha na fronteira com o México, onde nada de mais acontece, para decepção de seus subalternos. Até o dia em que recebe uma ligação do FBI avisando sobre a fuga de um chefão do tráfico de drogas mexicano, Gabriel Cortez (Eduardo Noriega), condenado à morte e que estava a caminho de sua execução.

Agora Cortez está dentro do carro mais veloz do mundo e ruma para a cidadezinha de Ray, onde espera cruzar a fronteira.

Boa parte do filme é isso, Schwarzenegger planejando como deter o mexicano, contando com uma mãozinha de Rodrigo Santoro de vez em quando, enquanto Cortez foge a bordo do carro.

Enquanto isso, na cidadezinha os comparsas do traficante estão armando tudo para ele cruzar a fronteira, provocando alguns efeitos colaterais pelo caminho --mortes de inocentes, que vão revoltar ainda mais o xerife.

Fiel à sua própria tradição, afinal, Schwarzenegger nunca foi conhecido pelos seus talentos dramáticos, ao seu papel cabem poucos diálogos. Além disso, ele se encarrega de bem menos ações do que no passado.

Ele funciona mais como uma presença em meio a coadjuvantes de talento - além de Noriega, também estão no elenco Forest Whitaker ("O Último Rei da Escócia"), como agente do FBI, e Peter Stormare ("Fargo"), como o sujeito que organiza a passagem do mexicano pela fronteira.

Ao contrário da série "Os Mercenários", "O Último Desafio", dirigido pelo coreano Jee-woon Kim, se leva a sério demais. Nem os alívios cômicos, como o personagem de Johnny Knoxville, dão conta de injetar alguma leveza ao longa que, apesar dos pesares, tem algumas boas cenas envolvendo a fuga do traficante dentro de seu carro super-possante.

(Por Alysson Oliveira, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb

 
Arnold Schwarzenegger vai à estreia do filme “O Último Desafio” em Los Angeles, Califórnia. 14/01/2013 REUTERS/Phil McCarten