Beyoncé não move os lábios sobre suposta dublagem de hino na posse de Obama

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 13:01 BRST
 

LOS ANGELES, 24 Jan (Reuters) - Os lábios de Beyoncé continuaram selados na quarta-feira sobre sua interpretação do hino nacional norte-americano na cerimônia de posse de Barack Obama que fez manchetes, deixando para que os outros comentem sobre se ela dublou uma canção gravada ou não.

A revista de celebridades Us Weekly citou uma fonte que disse que a artista vencedora do Grammy ficou decepcionada pela polêmica que gerou depois de cantar "The Star-Spangled Banner" na solenidade de segunda-feira usando uma canção pré-gravada - e atraiu comparações ao falecido cantor italiano de ópera Luciano Pavarotti.

Enquanto algumas estrelas da música norte-americana ofereceram empatia e compreensão, uma autoridade presente na cerimônia, que não quis ser identificada, disse a CNN que Beyoncé "não cantou ao vivo".

"Porque ela não teve tempo de ensaiar com a banda da Marinha dos EUA, ela decidiu usar sua gravação com a banda", contou a autoridade a CNN na quarta-feira.

A banda da Marinha norte-americana afirmou em um comunicado na terça-feira que ninguém no grupo "estava em posição para avaliar se foi ao vivo ou gravado previamente".

Enquanto isso, a Us Weekly citou uma outra fonte não identificada, dizendo que "Ela cantou, mas usou uma gravação."

O agente de Beyoncé não quis comentar a polêmica.