Beyoncé diz que cantou junto com playback na posse de Obama

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013 20:32 BRST
 

NOVA ORLEANS, 31 Jan (Reuters) - A cantora Beyoncé disse ter cantando neste mês o hino norte-americano junto com uma versão pré-gravada, durante a posse do presidente Barack Obama, mas não deixou dúvidas sobre seu talento ao entoar uma comovente interpretação à capela durante a entrevista coletiva para o Super Bowl, na quinta-feira.

A apresentação de Beyoncé na cerimônia da posse, em 21 de janeiro, motivou um enorme debate sobre se ela teria ou não dublado o playback.

"Sou perfeccionista, e uma coisa a meu respeito é que sempre ensaio até meus pés sangrarem, e não tive tempo de ensaiar com a orquestra", justificou-se Beyoncé, que vai se apresentar no domingo no intervalo do Super Bowl, principal jogo da temporada do futebol americano, entre os times San Francisco 49ers e Baltimore Ravens, no estádio Superdome.

"Era uma apresentação ao vivo para a televisão, e uma apresentação emotiva e muitíssimo importante para mim, e um dos meus momentos de maior orgulho, e devido ao clima, ao atraso, devido a não haver uma passagem de som adequada, não me senti confortável em assumir o risco."

"Tratava-se do presidente e da posse, e eu quis deixá-lo e ao meu país orgulhosos, então decidi cantar junto com minha faixa pré-gravada, o que é muito comum na indústria musical, e estou muito orgulhosa do meu desempenho."

A premiada cantora surpreendeu os jornalistas que a esperavam na quinta-feira ao pedir que eles se pusessem de pé na entrevista coletiva, iniciando então uma impressionante versão solo do hino nacional dos EUA.

Depois que a ovação na sala cessou, ela perguntou aos mais de cem jornalistas presentes: "Alguma pergunta?".

(Reportagem de Simon Evans)

 
Beyoncé canta o hino nacional dos EUA durante entrevista antes do Super Bowl, nesta quinta-feira, quando ela admitiu que dublou o hino na posse do presidente Barack Obama. REUTERS/Jim Young