Chineses dão boas vindas coloridas e calorosas ao Ano da Serpente

sábado, 9 de fevereiro de 2013 13:08 BRST
 

PEQUIM, 9 Fev (Reuters) - Os chineses receberam o Ano da Serpente com comemorações barulhentas neste sábado, desencadeando uma cacofonia de fogos de artifício nas ruas e lançando fogos para o céu, para trazer boa sorte.

As comemorações vão continuar até as primeiras horas de domingo, oficialmente o primeiro dia do Ano Novo Lunar.

Moradores de Pequim enfrentaram temperaturas abaixo de zero para soltar fogos de artifício coloridos, com nuvens de fumaça no ar, pedaços de papel vermelho dos fogos de artifício cobrindo as ruas e explosões sacudindo as janelas.

Um apelo do governo para que menos fogos fossem utilizados para ajudar a lutar contra a notória poluição, parece ter sido em vão.

"Todo ano soltamos fogos e esse ano não será diferente", disse Lao Guo, de 45 anos, que trabalha em uma loja de conveniência. "As pessoas não vão deixar de usá-los por causa da poluição. É o costume".

Acredita-se que soltar fogos de artifício afugenta os maus espíritos e atrai o deus da fartura para a casa das pessoas, quando o Ano Novo chega. Xangai, centro de negócios da China cosmopolita, teve comemorações semelhantes, embora nem todos tenham motivos para festejar.

"Os negócios estão muito fracos no momento. Isso tem relação com a crise financeira", disse Chen Yongliang, que costumava ter um quiosque na rua. "Os Estados Unidos e outros grandes países têm visto sua economia piorar e nós caímos junto com eles".

Mantendo a tradição de que líderes visitam pessoas comuns nessa época do ano, o chefe do Partido Comunista, Xi Jinping, que assumirá a presidência em março, sucedendo a Hu Jintao, encontrou-se com trabalhadores da construção do metrô em Pequim, antes do feriado de uma semana.

"Trabalhadores migrantes têm sido a força por trás do trabalho de reforma e abertura da China... portanto devemos cuidar de vocês adequadamente", disse Xi em comentários divulgados pela TV estatal.   Continuação...

 
Fogos de artifício iluminam o céu de Pequim em celebrações do início do novo ano chinês. 9/02/2013 REUTERS/Petar Kujundzic