Bobby Rogers, cofundador do grupo Miracles, morre aos 73

segunda-feira, 4 de março de 2013 11:59 BRT
 

Por Bernie Woodall

DETROIT, 4 Mar (Reuters) - O cantor Bobby Rogers, um dos fundadores do grupo Miracles, que fez sucesso na gravadora Motown, morreu no domingo em um subúrbio de Detroit, após uma prolongada doença, segundo parentes e pessoas próximas ao artista, que tinha 73 anos.

Rogers cantava como tenor na formação original do grupo, que incluía também Smokey Robinson como vocalista principal, Warren "Pete" Moore como voz de baixo, Ronnie White como barítono e Claudette Rogers como a única voz feminina do quinteto.

Claudette Rogers, que se tornou Claudette Robinson ao se casar em 1963 com o astro do grupo e que deixou o conjunto no ano seguinte, era prima de Bobby Rogers. Ela e Smokey Robinson depois se divorciaram.

"Meu primo Robert ‘Bobby' Rogers, que era como um irmão para mim, perdeu sua batalha e sucumbiu", disse ela em nota divulgada pela Motown Alumni Association, de Detroit. "Ele tinha uma personalidade cintilante que era amada por todos", afirmou a artista ao jornal local Detroit Free Press. "As pessoas sempre comentavam do sujeito alto de óculos."

Smokey Robinson, que nasceu no mesmo dia e no mesmo hospital que Rogers, em 19 de fevereiro de 1940, também divulgou nota homenageando o ex-colega. "Outro soldado na minha vida tombou", afirmou. "Bobby Rogers foi meu irmão e um ótimo amigo. Vou realmente sentir saudade dele. Eu o amava demais."

Billy Wilson, presidente da Motown Alumni Association, disse que Rogers morreu na sua casa, na localidade de Southfield, perto de Detroit.

O Miracles surgiu de um quinteto anterior de artistas colegiais, chamado The Five Chimes, que se formou em meados da década de 1950 e adotou o nome de Matadors após uma série de mudanças na sua formação, culminando com a entrada de Claudette Rogers.

Após ser apresentado a Berry Gordy Jr., fundador da Motown, o conjunto passou a se chamar Miracles e foi contratado pelo selo Tamla Records. Seu single "Shop Around" foi o primeiro da Motown a vender 1 milhão de cópias.

O grupo, que depois mudou de nome novamente, virando Smokey Robinson & The Miracles, lançou no total 30 singles que estiveram nas listas de mais vendidos.

 
Bobby Rogers participa de cerimônia na Calçada da Fama em Hollywood, EUA. O cantor Bobby Rogers, um dos fundadores do grupo Miracles, que fez sucesso na gravadora Motown, morreu no domingo em um subúrbio de Detroit, após uma prolongada doença, segundo parentes e pessoas próximas ao artista, que tinha 73 anos. 20/03/2009 REUTERS/Fred Prouser/Arquivo