Obama diz que vazamento de dados sobre Michelle está sob investigação

quarta-feira, 13 de março de 2013 12:28 BRT
 

WASHINGTON, 13 Mar (Reuters) - Autoridades norte-americanas estão investigando o vazamento pela internet de dados pessoais e financeiros da primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, e de outras personalidades, como os cantores Beyoncé e Jay-Z, disse o presidente Barack Obama.

"Não devemos nos surpreender pelo fato de que, se temos hackers que desejam se empenhar e têm muitos recursos, eles podem acessar essa informação", disse Obama ao canal ABC News, na terça-feira.

"Não tenho certeza sobre a precisão (das informações divulgadas), mas há sites por aí que contam informações sobre os cartões de crédito das pessoas. Assim de sofisticados eles são."

Autoridades dos EUA disseram na terça-feira que estão investigando um site que divulgou informações financeiras e pessoais sobre a primeira-dama Michelle Obama, o vice-presidente Joe Biden e outras figuras do governo e do mundo artístico.

Algumas informações haviam sido obtidas fraudulentamente por meio de um popular site de qualificação de crédito ao consumidor, segundo a empresa Equifax, que disse estar realizando uma investigação própria.

As informações apareceram na segunda-feira no site www.exposed.su. Não ficou claro quantos dos dados eram precisos, nem quem os divulgou.

O site listava números da previdência, telefones, endereços e relatórios de crédito atribuídos a 18 norte-americanos ilustres. Pelo menos alguns dos telefones estavam errados. O site, que tem em sua home page uma mulher de aspecto misterioso, com maquiagem pesada nos olhos e um dedo sobre os lábios, continuava acessível na terça-feira, mas alguns links relacionados a indivíduos não podiam ser abertos.

Outras personalidades listadas na página incluem o diretor do FBI Robert Mueller, o secretário de Justiça, Eric Holder, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, o chefe de polícia de Los Angeles, Charlie Beck, os atores Ashton Kutcher e Arnold Schwarzenegger e o magnata imobiliário Donald Trump.

O Serviço Secreto dos EUA disse que não comentaria a investigação sobre o vazamento de dados relacionados à primeira-dama.   Continuação...

 
Presidente dos EUA, Barack Obama, conversa com sultão Haji Hassanal Bolkiah, de Brunei, no Salão Oval da Casa Branca, em Washington. Autoridades norte-americanas estão investigando o vazamento pela internet de dados pessoais e financeiros da primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, e de outras personalidades, como os cantores Beyoncé e Jay-Z, disse o presidente. 12/03/2013 REUTERS/Larry Downing