Ex-locutor da rádio BBC é detido por acusação de abuso sexual

quarta-feira, 13 de março de 2013 15:55 BRT
 

LONDRES, 13 Mar (Reuters) - O ex-apresentador de rádio da BBC Dave Lee Travis, elogiado pela ganhadora do Nobel da Paz Aung San Suu Kyi por entretê-la com seu programa semanal durante anos de cativeiro, voltou a ser preso por alegações de crimes sexuais, disse a polícia londrina nesta quarta-feira.

Travis, de 67 anos, foi preso pela primeira vez em novembro passado por detetives que trabalhavam na Operação Yewtree, um inquérito centrado em alegações contra o antigo apresentador de televisão da BBC Jimmy Savile. Travis negou qualquer indecência.

Savile foi uma das maiores estrelas da Grã-Bretanha nos anos 1970 e 1980, mas desde sua morte, em 2011, a polícia descobriu que ele cometeu crimes sexuais em escala inédita.

A polícia disse que o "Yewtree 4" --a identificação deles para Travis-- foi questionado sobre novas alegações quando respondia a fiança na segunda-feira. Ele foi depois libertado sob fiança até abril.

"Em seu retorno em 11 de março, o homem sexagenário foi preso sob suspeita de delito sexuais em ligação com outras alegações feitas à Operação Yewtree", disse um porta-voz da polícia.

Várias figuras muito conhecidas, incluindo Jim Davidson, um comediante que apresentou programas no horário nobre da BBC nos anos 1990, e Max Clifford, o maior agente de celebridade da Grã-Bretanha, também foram presos pelos detetives da Operação Yewtree.

A polícia vem examinando três categorias de supostos delitos: os envolvendo apenas Savile, que formam a maioria dos casos; os envolvendo Savile e outros, e os que não têm ligação direta com Savile. A prisão de Travis entra nesta última categoria.

(Reportagem de Michael Holden)