Benjamin Alire Sáenz ganha o prêmio Faulkner de ficção

terça-feira, 19 de março de 2013 18:59 BRT
 

NOVA YORK, 19 Mar (Reuters) - O escritor Benjamin Alire Sáenz ganhou o prêmio de ficção PEN/Faulkner por sua coletânea de contos "Everything Begins and Ends at the Kentucky Club" ("tudo começa a termina no Clube Kentucky"), anunciou a Fundação PEN/Faulkner na terça-feira.

Sáenz, também poeta e ensaísta, já havia ganhado o American Book Award.

Os sete contos de "Everything Begins...", ambientados no sul do Texas, examinam os efeitos da geografia, política, violência e história pessoal sobre as vidas dos personagens.

"Sáenz devota impressionante atenção à representação de comunidades nas fronteiras dos Estados Unidos e do México, nos limites da expressão sensual e sexual, na beira do desespero, e no limiar da redenção", disse a jurada A.J. Verdelle em nota.

Saénz receberá um prêmio de 15 mil dólares. Os outros quatro finalistas (Amelia Gray, por "Threats"; Laird Hunt, por "Kind One"; T. Geronimo Johnson, por "Hold It ‘Til It Hurts"; e Thomas Mallon, por "Watergate") vão levar 5.000 dólares cada.

Mais de 350 romances e livros de contos de autores norte-americanos publicados nos EUA em 2012 concorreram ao prêmio. Os finalistas lerão trechos de seus livros numa cerimônia em 4 de maio em Washington.

Sáenz é chefe do departamento de Escrita Criativa da Universidade do Texas, em El Paso.

Vencedores anteriores do PEN/Faulkner incluem E.L. Doctorow, Ann Patchett, Philip Roth, John Updike e Annie Proulx.

(Reportagem de Chris Michaud)