Hannibal Lecter serve fígado e suspense em nova série de TV

segunda-feira, 1 de abril de 2013 15:23 BRT
 

Por Jill Serjeant

LOS ANGELES (Reuters) - Fígado e carne do quadril são servidos ao estilo gourmet, jovens mulheres são espetadas em galhadas e cogumelos brotam de corpos em decomposição.

Hannibal Lecter, um dos vilões mais assustadores do mundo da ficção, está de volta, e dessa vez ele não está preso, mas é um psiquiatra respeitado e com um apetite para arte, roupas finas, boa comida e vinho tinto.

E ele esconde um segredo sombrio.

"Hannibal", que estreia na NBC na quinta-feira, é a primeira série norte-americana de televisão sobre o famigerado canibal criado por Thomas Harris em seu livro de 1981 "Dragão Vermelho", e tornado famoso pelo ator Anthony Hopkins em "O Silêncio dos Inocentes", que lhe rendeu um Oscar.

Depois de cinco filmes de Hannibal Lecter e quatro romances, a nova série de TV é baseada apenas nas cinco páginas iniciais de "Dragão Vermelho", e serve como uma introdução ao livro e à lenda de Hannibal Lecter no cinema.

Combina a resolução de um crime sangrento semanal com o passado de Lecter e de sua nêmese no FBI, Will Graham.

"Como alguém que leu os livros e foi realmente um estudante de Thomas Harris, sentia que definitivamente havia aspectos da literatura que não haviam sido explorados", disse o criador e produtor executivo Bryan Fuller à Reuters.

"Havia um grande capítulo da vida de Hannibal Lecter que não vimos em nenhum dos filmes nem em nenhum dos livros. Nós o vimos encarcerado e como jovem, e eu achava que a parte mais interessante da vida dele era quando ele era um psiquiatra ativo e um canibal ativo e quem ele era antes do encarceramento", acrescentou Fuller.   Continuação...