Morre o crítico de cinema Roger Ebert, aos 70 anos

quinta-feira, 4 de abril de 2013 18:52 BRT
 

LOS ANGELES, 4 Abr (Reuters) - O premiado crítico de cinema Roger Ebert morreu nesta quinta-feira, aos 70 anos, dois dias depois de anunciar a reincidência de um câncer do qual padeceu uma década atrás, disse o jornal Chicago Sun-Times.

"Com o coração pesado informamos que o lendário crítico cinematográfico Roger Ebert (@ebertchicago) faleceu", disse pelo Twitter o jornal onde Ebert trabalhou durante décadas.

"Há um buraco que não pode ser preenchido. Um dos grandes nos deixou. Roger Ebert faleceu aos 70 anos", acrescentou o Sun-Times.

Ebert ficou famoso nacionalmente na companhia do colega Gene Siskel, apresentando o programa de TV "At the Movies with Gene Siskel and Roger Ebert", onde cunhou o bordão "dois polegares para cima".

Após a morte de Siskel, em 1999, ele se juntou ao crítico Richard Roeper, mas depois deixou o programa por motivos de saúde.

Ele estava incapacitado de falar e comer depois de cirurgias por causa de tumores na tireoide e glândulas salivares, em 2002 e 2003.

Na terça-feira, ele disse em seu blog que iria tirar uma "licença" em sua carreira de mais de 40 anos porque o câncer havia voltado. Em dezembro ele havia sofrido uma fratura de quadril, agora atribuída à doença.

Apesar disso, Ebert disse que não iria se afastar de vez, e que continuaria fazer algumas críticas. "Serei capaz de finalmente fazer aquilo que sempre fantasiei fazer: resenhar apenas os filmes que eu quiser resenhar".

As críticas de Ebert eram publicadas em mais de 200 jornais. Ele recebeu o prêmio Pulitzer na categoria crítica em 1975.

(Reportagem de Jill Serjeant, com reportagem adicional de Eric Kelsey)