Hilco fecha acordo para resgatar varejista britânica HMV

sexta-feira, 5 de abril de 2013 11:18 BRT
 

LONDRES, 5 Abr (Reuters) - A especialista em reestruturação Hilco comprou na sexta-feira a famosa varejista de entretenimento britânica HMV, garantindo o futuro da empresa de 92 anos e preservando 2.500 empregos.

A Hilco, que já detém a HMV Canadá, informou que adquiriu a empresa e alguns ativos da HMV, incluindo 141 lojas, 25 das quais estavam programadas para serem fechadas pela administradora Deloitte. Informações da mídia avaliaram o negócio em cerca de 50 milhões de libras.

A Deloitte foi contratada pela HMV em janeiro para encontrar um comprador para a empresa, após uma longa batalha contra o declínio dos mercados de CDs, DVDs e videogames, e concorrência feroz de supermercados e comércio eletrônico.

Para tentar estimular as vendas, a empresa estava se focando na venda sob demanda em tablets e outros dispositivos, mas a Hilco disse nesta sexta-feira que o movimento seria revertido e que tentará "recuperar o espaço para uma música de qualidade e variedade visual".

"Este é um investimento emocionante para a equipe Hilco, e poderemos usar alguns dos desenvolvimentos já em progresso no Canadá para recuperar a HMV", afirmou Ian Topping, da Hilco, acrescentando que o acordo teve o apoio de proprietários e fornecedores, todos ansiosos para proteger uma valiosa rede de varejo físico da Grã-Bretanha.

A HMV, cuja primeira loja na Oxford Street, em Londres, foi aberta pelo compositor britânico Edward Elgar, em 1921, tinha cerca de 230 lojas e mais de 4.000 funcionários.

 
Funcionário Jason Knight posa com CDs na loja de varejo de música HMV na Oxford Street, em Londres. 05/04/2013 REUTERS/Luke MacGregor