Morre atriz espanhola Sara Montiel

segunda-feira, 8 de abril de 2013 17:51 BRT
 

MADRI, 8 Abr (Reuters) - A atriz espanhola Sara Montiel, que foi pioneira do cinema espanhol em Hollywood, morreu aos 85 anos em sua casa em Madri.

A atriz e cantora, natural de Campo de Criptana, Cidade Real, cujo nome verdadeiro era Maria Antonia Abad, foi um dos mitos do cinema espanhol e estrelou mais de 50 filmes, incluindo sucessos como "La Violetera" ou "El Último Cuplé".

"Maria Antonia Abad Fernández, ... a mulher que ocupava um lugar privilegiado na história do cinema espanhol com o nome de Sara Montiel, morreu de repente ao meio-dia de 8 de abril em sua casa em Madri", disse a associação de gestão de artistas e intérpretes Aisge, da qual ela era sócia.

O médico pessoal da artista a encontrou morta quando foi à casa dela para atendê-la, depois de ela sofrer um desmaio, segundo detalhes em diversos meios de comunicação.

De origem humilde, ela começou a trabalhar na década de 40 como atriz coadjuvante na Espanha, mas decidiu tentar a sua sorte no cinema mexicano, onde participou de produções como "Piel Canela" ou "Cárcel de Mujeres", com as quais obteve grande sucesso.

Esse sucesso no México permitiu que ela se mudasse para Hollywood nos anos 50 e atuasse em filmes como "Veracruz", junto com Gary Cooper, e trabalhasse com artistas como Burt Lancaster e Charles Bronson.

O ministro espanhol da Educação, Cultura e Esporte, José Ignacio Wert, lamentou a morte do que ele definiu como "uma trabalhadora incansável".

"Hoje perdemos um ícone do cinema da Espanha e da América Latina. Sara encheu a tela como nenhuma outra, com uma beleza muito especial", disse o ministro em um comunicado.

(Reportagem de Raquel Castillo)