Robert Redford é evasivo sobre futuro do Festival Sundance em Londres

quarta-feira, 24 de abril de 2013 13:36 BRT
 

LONDRES, 24 Abr (Reuters) - Durante entrevista um dia antes da abertura da versão londrina do Sundance Festival, o ator Robert Redford disse nesta quarta-feira que ainda não está garantido de modo algum o futuro em Londres do evento cinematográfico e musical que busca incentivar os filmes independentes.

O ano passado foi a primeira vez que o ator e diretor norte-americano se aventurou a promover fora dos Estados Unidos uma versão do Festival de Cinema de Sundance, evento líder mundial em cinema independente, organizado inicialmente por Redford em Park City, no Estado de Utah, há 35 anos.

Redford disse que a experiência do ano passado foi um primeiro passo e bem-sucedido o bastante para sua repetição, que terá Neste ano a banda norte-americana de rock The Eagles e o músico e artista performático canadense Peaches.

Mas Redford foi evasivo quanto ao futuro do evento.

"É difícil definir a extensão de um compromisso até lançá-lo e ver o que acontece", afirmou Redford em entrevista coletiva antes do início do festival, que será realizado de 25 a 28 de abril em Londres.

No ano passado, ele disse a repórteres que esperava que o Sundance londrino se tornasse um sucesso de público e lhe permitisse levar o festival para outras partes do mundo, como um contraponto para os filmes de Hollywood que dominam mundialmente os cinemas.

Quando lhe perguntaram nesta quarta-feira se ainda planeja levar o Sundance para outros países, Redford respondeu com um seco "não".

Redford, de 75 anos, criou o Instituto Sundance, que resultou no festival de cinema destinado a incentivar cineastas principiantes e aspirantes a trabalhar fora dos grandes estúdios de Hollywood.

(Reportagem de Belinda Goldsmith)

 
Presidente e fundador do Instituto Sundance, Robert Redford, participa de coletiva de imprensa sobre a versão londrina do Festival de Sundance, em Londres. Ele disse nesta quarta-feira que ainda não está garantido de modo algum o futuro em Londres do evento cinematográfico e musical que busca incentivar os filmes independentes. 24/04/2013. REUTERS/Suzanne Plunkett