Reese Whiterspoon admite ter dito "maluquices" antes de ser presa

quinta-feira, 2 de maio de 2013 19:53 BRT
 

2 Mai (Reuters) - A premiada atriz Reese Witherspoon disse ter entrado em pânico e dito "maluquices" a um policial depois de seu marido ser detido no mês passado sob suspeita de dirigir embriagado, comportamento pelo qual ela pediu desculpas na quinta-feira, na primeira entrevista após o incidente.

A atriz de 37 anos, conhecida pela imagem de boa moça, disse a uma programa de TV que ela e o marido, o agente de talentos James Toth, haviam demonstrado "mau julgamento" por ele dirigir depois de tomar "uns copos de vinho a mais" num jantar em Atlanta, onde ela faz um filme.

A polícia disse que Toth foi parado porque dirigia erraticamente, e que não passou em testes de sobriedade. O boletim de ocorrência diz ainda que ela foi detida por desrespeitar ordens para ficar no carro e por desafiar o policial.

"Eu disse todo tipo de maluquice", afirmou Witherspoon, que é mãe de três filhos. "Eu disse a ele que estava grávida. Não estou grávida (...). Não tenho ideia do que eu estava falando. Lamento, fui desrespeitosa com ele. Sei bem, isso é simplesmente inaceitável."

(Reportagem de Colleen Jenkins)