Faculdade de NY cancela workshop com estilista John Galliano

quarta-feira, 8 de maio de 2013 19:26 BRT
 

NOVA YORK, 8 Mai (Reuters) - O estilista John Galliano, demitido da Christian Dior por causa de seus rompantes antissemitas, perdeu mais um emprego, desta vez na faculdade Parsons The New School for Design por discordâncias sobre uma "conversa franca" dele com os alunos.

No mês passado, a escola contratou o estilista britânico, outrora um dos talentos mais reverenciados no mundo da moda, para dar uma oficina chamada "Mostre-me a Emoção". Sua contratação motivou queixas de alguns alunos para os quais a escola não deveria empregar alguém condenado por um crime de ódio.

A escola anunciou na terça-feira que o curso foi cancelado.

"Um elemento importante do workshop planejado com John Galliano era uma conversa franca sobre a conexão entre seu trabalho profissional e suas ações no mundo como um todo", disse a faculdade em nota. "Infelizmente, não pudemos chegar a um consenso com o senhor Galliano sobre as condições dessa conversa, e o programa não foi adiante."

Nem a escola nem a assessoria de Galliano quiseram comentar detalhes da discordância.

(Reportagem de Jonathan Allen)