Fundador da marca italiana Missoni morre aos 92

quinta-feira, 9 de maio de 2013 12:43 BRT
 

Por Isla Binnie

MILÃO, 9 Mai (Reuters) - Morreu nesta quinta-feira, aos 92 anos, o estilista italiano Ottavio Missoni, fundador do império familiar da moda que disseminou padrões têxteis revolucionários e motivos em ziguezague, em um visual ousado.

Uma porta-voz da marca italiana disse que Missoni, conhecido pelo apelido de "Tai", faleceu durante a noite na cidade de Sumirago, na casa da família, situada perto da fábrica da empresa, norte da Itália. Ele havia sido hospitalizado recentemente por problemas cardíacos.

"Quando penso em Missoni, gosto de parafrasear uma canção de Mina (cantor italiana); ‘cores, cores, cores'", declarou o prefeito de Milão, Giuliano Pisapia, em uma das muitas homenagens feitas ao estilista após a divulgação de sua morte.

Comparando os designs de Missoni a um arco-íris, Pisapia elogiou seu temperamento animado e afirmou que a empresa deu uma grande contribuição ao elevar ao âmbito mundial todas as coisas made in Italy.

Filho de italianos, Missoni nasceu em Dubrovnik, na Croácia, e fundou a empresa com a mulher, Rosita, que conheceu durante os Jogos Olímpicos de Londres, em 1948, quando ele disputou a prova dos 400 metros com barreiras.

Sua promissora carreira no atletismo foi interrompida pela Segunda Guerra Mundial. Lutando do lado italiano na Batalha de El Alamein, Missoni foi capturado pelos britânicos e mantido como prisioneiro de guerra por quatro anos, no Egito.

O filho mais velho do estilista, Vittorio, que era o responsável pela área de Marketing, teria morrido em janeiro, na queda de um pequeno avião no qual viajavam também sua mulher e quatro outras pessoas. O aparelho desapareceu perto da costa da Venezuela, durante viagem de férias.