Guitarrista Jeff Hanneman, do Slayer, morreu de cirrose hepática

sexta-feira, 10 de maio de 2013 20:15 BRT
 

LOS ANGELES, 10 Mai (Reuters) - O guitarrista Jeff Hanneman, da banda de heavy metal Slayer, morreu de cirrose hepática atribuída ao álcool, e não em consequência da ingestão de uma bactéria que consome tecidos humanos, disseram os membros da banda norte-americana.

Hanneman, um dos fundadores da banda, conhecida por seu ritmo rápido e temas obscuros, morreu na semana passada aos 49 anos no sul da Califórnia, depois de sofrer insuficiência hepática.

A banda publicou um comunicado na quinta-feira esclarecendo a causa da morte de Hanneman, após especulações de que uma rara bacteria que consome tecidos humanos, que ele acreditava ter contraído em 2011 por uma picada de aranha, teria contribuído com a morte do guitarrista de "Raining Blood".

"Enquanto ele enfrentou essa luta por sua saúde ao longo dos anos, incluindo a recente infecção pela bactéria que devastou o seu bem-estar, Jeff e pessoas próximas a ele não tinham conhecimento da verdadeira extensão de sua doença hepática até os últimos dias de sua vida", afirmou a banda em comunicado publicado em sua página na Internet.

A banda disse que Hanneman nunca esteve em uma lista de espera por um transplante de fígado e que sua saúde parecia estar melhorando recentemente, enquanto a banda se preparava para trabalhar em um novo álbum.

(Reportagem de Eric Kelsey)