DiCaprio e Christie's obtêm US$ 31,7 mi em leilão para causa ambiental

terça-feira, 14 de maio de 2013 11:23 BRT
 

Por Patricia Reaney

NOVA YORK, 14 Mai (Reuters) - O ator Leonardo DiCaprio e a casa de leilões Christie's arrecadaram quase 32 milhões de dólares para causas ambientais em um leilão de arte promovido na segunda-feira.

DiCaprio, astro da nova versão de "O Grande Gatsby", organizou o chamado Leilão da Última Hora junto com sua fundação e com a Christie's, e a verba será destinada a projetos de preservação de espécies e habitats ameaçados.

As 33 obras, muitas delas criadas especialmente para o leilão e doadas pelos artistas, arrecadaram 31,74 milhões de dólares, numa noite de grande público e lances animados. Colecionadores do mundo todo fizeram ofertas por telefone.

"Tudo o que eu posso lhes dizer é obrigado, obrigado, obrigado", disse DiCaprio ao final do leilão, cuja arrecadação foi superior ao dobro do previsto inicialmente.

Houve também doações de 5 milhões de dólares, que estavam atreladas ao valor de três lotes, e 1,15 milhão em outras doações, o que elevou o total arrecadado a quase 38 milhões de dólares.

Treze artistas, incluindo Carol Bove, Joe Bradley, Mark Grotjahn, Raymond Pettibon e Mark Ryden, bateram recordes individuais para o valor das suas obras.

Antes do leilão, DiCaprio -que atua em causas ambientais desde 1988 e foi o produtor e narrador do documentário "A Última Hora", sobre o estado ambiental do planeta- pediu aos interessados que "deem lances como se o destino do planeta dependesse de nós".

 
Ator Leonardo DiCaprio comparece à estréia mundial do filme 'O Grande Gatsby', no Lincoln Center, em Nova York. DiCaprio e a casa de leilões Christie's arrecadaram quase 32 milhões de dólares para causas ambientais em um leilão de arte promovido na segunda-feira. 1/05/2013 REUTERS/Andrew Kelly