Primeira edição de "Harry Potter" anotada por autora vai a leilão

sábado, 18 de maio de 2013 14:58 BRT
 

(Reuters) - Já imaginou o que se passava pela cabeça de J.K. Rowling quando ela escreveu a primeira história do jovem bruxo Harry Potter?

Fãs da série de livros terão a chance de fazer uma oferta sobre uma primeira edição única de "Harry Potter e a Pedra Filosofal" anotada pela autora durante um leilão de caridade este mês, afirmou a organização britânica PEN no final da sexta-feira.

O livro que será vendido contém anotações feitas à mão por Rowling com comentários sobre o livro e a adaptação da história para o cinema, bem como 22 ilustrações também feitas à mão e que incluem uma que mostra Harry ainda bebê dormindo e outra do professor de Hogwarts Albus Dumbledore.

A edição tem um segmento de 43 páginas produzido pela autora com frases como "Eu escrevi o livro... tomou horas de trabalho, em cafés ou no meio da noite. Para mim, a história de como eu escrevi Harry Potter e a Pedra Filosofal está escrita de maneira invisível em cada página, legível apenas por mim..."

O livro será um de 51 primeiras edições anotadas por autores que estarão no leilão de 21 de maio e que incluirão "Diário de Bridget Jones", de Helen Fielding, "Luzes do Norte", de Philip Pullman, e "Matilda", de Roald Dahl.

"Harry Potter e a Pedra Filosofal" foi publicado pela primeira vez em 1997 e é o livro mais raro da série já que apenas 500 cópias foram impressas.

Em outubro de 2007, uma primeira edição do livro foi vendida por 19.700 libras (cerca de 30 mil dólares) e o leilão na Sotheby's de Londres deve registrar preços maiores pelas cópias anotadas.

 
Escritora britânica JK Rowling, autora da série Harry Potter, posa para fotos durante lançamento do site Pottermore, em Londres. Fãs da série de livros terão a chance de fazer uma oferta sobre uma primeira edição única de "Harry Potter e a Pedra Filosofal" anotada pela autora durante um leilão de caridade este mês, afirmou a organização britânica PEN no final da sexta-feira. 23/06/2011. REUTERS/Suzanne Plunkett