Festival de Cannes tem mais um furto a joalheria

quinta-feira, 23 de maio de 2013 16:45 BRT
 

CANNES, 23 Mai (Reuters) - O festival de cinema de Cannes, na França, foi atingido por um segundo furto a uma joalheria nesta quinta-feira, depois que um colar de diamantes avaliado em 2 milhões de euros desapareceu durante uma festa repleta de celebridades, de acordo com a sofisticada joalheria De Grisogono.

Fawaz Gruosi, fundador da empresa suíça, disse que o colar era parte da coleção do 20º aniversário da empresa em evento com 20 modelos no Hotel Du Cap-Eden-Roc, em Antibes, nos arredores de Cannes, na terça-feira à noite. Sharon Stone e Paris Hilton estavam entre os convidados.

Gruosi disse que 80 seguranças, a polícia local, a segurança do hotel e funcionários da De Grisogono estavam de plantão, mas, quando a verificação final foi realizada no fim da noite, o colar de diamantes não estava.

"Nós não sabemos exatamente o que aconteceu...era um dos mais belos itens que tínhamos", disse Gruosi à Reuters TV. "A polícia está tentando descobrir o que aconteceu."

Ninguém da polícia local estava imediatamente disponível para comentar.

Outra joalheria suíça, a Chopard, teve joias avaliadas em 1,4 milhão de dólares furtadas na primeira semana do festival de 12 dias na glamourosa Riviera Francesa, que atrai milhares de atores, cineastas e jornalistas.

Segundo a polícia, as joias da Chopard, destinadas a adornar estrelas de cinema no festival, estavam no cofre de um quarto no hotel quatro estrelas Suite Novotel, no centro de Cannes, que havia sido alugado por um funcionário da joalheria.

Todo o cofre foi retirado da parede e levado do quarto durante a noite de 16 de maio. Alguém entrou no local sem forçar a porta ou usar o cartão magnético, disse uma fonte policial.

Um porta-voz da Chopard, um dos patrocinadores do Festival de Cannes, depois minimizou o assunto, afirmando que o valor tinha sido exagerado e que os itens não eram para uso das atrizes.

Joalherias e casas de moda utilizam o maior festival de cinema do mundo em Cannes como uma vitrine promocional, emprestando vestidos e acessórios para celebridades, que são fotografadas no famoso tapete vermelho e em festas.

(Reportagem de Belinda Goldsmith)