Roqueiros fazem show beneficente para vítimas do atentado em Boston

sexta-feira, 31 de maio de 2013 10:01 BRT
 

Por Richard Valdmanis

BOSTON, 31 Mai (Reuters) - Uma sucessão de astros do rock, do Aerosmith a Jimmy Buffet, se apresentaram para uma plateia lotada na quinta-feira no ginásio TD Garden, em Boston, num barulhento show de arrecadação de fundos para vítimas do atentado do mês passado na cidade.

Os 17,5 mil ingressos, a preços de 35 a 285 dólares, se esgotaram rapidamente, e o lucro será destinado ao fundo chamado The One Fund, criado pelo prefeito de Boston, Thomas Menino, e pelo governador de Massachusetts, Deval Patrick, para beneficiar vítimas do ataque de 15 de abril na Maratona de Boston.

Até agora, esse fundo já recebeu mais de 37 milhões de dólares.

O show começou com o hino dos EUA sendo interpretado por uma guitarra distorcida, à la Jimmy Hendrix, pela banda de rock Boston. Isso já fez o público pular da cadeira antes mesmo de o vocalista Tommy DeCarlo exclamar que "nesta noite somos todos Boston".

Outra banda de Massachusetts, a Extreme, transformou a energia chamando o público para cantar junto a balada acústica "More Than Words". Em seguida, a também nativa J. Geils Band mandou um R&B acelerado, enquanto o vocalista Peter Wolf evoluía pelo palco em roupas de couro preto e óculos escuros.

"Viemos para ajudar Boston, mas também porque havia algumas ótimas bandas", disse Shelly Watson, que veio de Rhode Island com o marido para ver o show, que incluiu também apresentações de comediantes e um curto discurso da menina Victoria McGrath, que ficou ferida no ataque.

Outras atrações foram o astro country Jason Aldean, que não é de Massachusetts, mas disse ser torcedor do time de beisebol Boston Red Sox-, New Kids on the Block, James Taylor e o Aerosmith, que veio do outro lado do mundo, de Cingapura, para participar.

 
Artistas do New Kids on the Block(2o a esq.), Aerosmith (C) e o comediante Dane Cook (3o a dir.) cantam ao final do concerto beneficente para as vítimas das bombas na Maratona de Boston. 30/05/2013 REUTERS/Gretchen Ertl