Acesso ao pensamento de Samuel Beckett é leiloado por U$2 milhões

sexta-feira, 31 de maio de 2013 11:52 BRT
 

Por Paul Casciato

LONDRES, 31 Mai (Reuters) - Um raro vislumbre da mente de um dos maiores escritores do século 20 será posto à venda em julho, quando um manuscrito do primeiro romance do ganhador do Prêmio Nobel Samuel Beckett será leiloado.

Seis cadernos cheios de anotações manuscritas do irlandês para o romance "Murphy", junto com desenhos e rabiscos, serão o destaque na venda de Literatura e História da Sotheby's, em 10 de julho.

Escrito entre agosto 1935 e junho de 1936 em Dublin e Londres, enquanto o dramaturgo, romancista e poeta foi submetido a psicanálise, o manuscrito é um testemunho da luta de Beckett para dar forma à sua visão artística.

O especialista em manuscritos da Sotheby's, Gabriel Heaton, disse à Reuters que os livros estavam em mãos privadas até agora e nunca estiveram amplamente disponíveis para os estudiosos.

Quem comprar o manuscrito vai obter uma nova visão sobre a formulação dos temas centrais do muitas vezes bem-humorado, mas sombrio, estilo de Beckett. Um colecionador privado pode compartilhá-lo com a comunidade acadêmica ou manter para si mesmo.

Heaton disse que o autor da peça tragicômica "Esperando Godot" e de romances como "Malone Morre", "Molloy" e "O Inominável" apontou para "Murphy" ao final da vida como um guia para a compreensão de sua obra.

"Há uma famosa carta de um estudioso... pedindo-lhe como começar a trabalhar sobre Beckett. Ele disse: 'volte a 'Murphy', os temas centrais estão todos lá'", disse Heaton.

Nascido em Dublin em 1906, Beckett viveu e trabalhou durante a maior parte de sua vida em Paris, escreveu em francês e inglês, e foi agraciado com o Prêmio Nobel de Literatura em 1969.