Macaco abandonado por Justin Bieber é levado para parque alemão

sexta-feira, 31 de maio de 2013 13:35 BRT
 

BERLIN, 31 Mai (Reuters) - Um macaco que pertenceu ao popstar canadense Justin Bieber foi levado a um parque de animais selvagens na Alemanha, uma vez que o cantor não apresentou a documentação necessária para liberá-lo na alfândega.

"Mally", um macaco-prego de 23 semanas, foi confiscado em março por autoridades no aeroporto de Munique enquanto Bieber estava em uma turnê. O animal se tornou propriedade nacional alemã porque o cantor não apresentou os certificados de proteção da espécie e de condições de saúde exigidos por lei.

Mally estava em um abrigo de animais e foi transferido para o Parque Serengeti, em Hodenhagen, no norte da Alemanha, onde permanecerá em quarentena por mais algumas semanas antes de ser instalado permanentemente com outros macacos prego-de-cara-branca.

"Ele vai entrar em nosso espaço para macacos-prego, onde há uma bela ilha de 40 metros de comprimento e 20 metros de largura. Há muitas árvores, por isso, tentar reconhecê-lo ali vai ser como entrar num jogo", disse o chefe do parque, Fabrizio Sepe.

Mally foi levado para o parque em segredo, para sua proteção, mas os fãs vão poder visitá-lo. Segundo Sepe, enquanto a maioria dos animais costuma permanecer nos primeiros três dias nas caixas em que são transportados, assim que chegou Mally logo se aventurou a sair.

Sepe disse não ter notícias de Bieber nesse caso, mas acrescentou que ficará feliz em dar informações ao cantor, se ele estiver interessado.

(Reportagem da Reuters TV)

 
Mally, macaco de estimação do cantor canadense Justin Bieber fotografado em lar de animais, em Munique. Mally foi levado a um parque de animais selvagens na Alemanha, uma vez que o cantor não apresentou a documentação necessária para liberá-lo na alfândega. 2/04/2013. REUTERS/Michaela Rehle