Líder da banda australiana Youthu Yindi morre aos 56 anos

segunda-feira, 3 de junho de 2013 13:35 BRT
 

SYDNEY, 3 Jun (Reuters) - Yunupingu, vocalista da banda de rock australiana Yothu Yindi, que misturava música tradicional aborígene e rock moderno, morreu aos 56 anos de idade, depois de lutar contra uma doença renal.

Mais conhecido por seu hit de 1991 "Treaty", os Yothu Yindi eram fortes defensores da reconciliação entre brancos e aborígenes australianos e ajudou a colocar a questão no cenário nacional da Austrália. O álbum "Voz Tribal" chegou ao número três nas paradas de álbuns de música do mundo da Billboard, em 1992.

No auge de sua fama, a Yothu Yindi excursionou em casa e internacionalmente abrindo concertos de artistas como Midnight Oil, Neil Young e Carlos Santana, e tocou na cerimônia de encerramento da Olimpíadas de Sydney em 2000.

"Perdemos um músico talentoso, um defensor apaixonado do povo aborígene e um verdadeiro grande amigo", disse a primeira-ministra, Julia Gillard.

O ex-vocalista do Midnight Oil, Peter Garrett, hoje ministro da Educação Escolar da Austrália, disse que Yunupingu foi um farol para o seu povo, levando a sua música de um canto remoto da Austrália para as cidades da Europa e dos Estados Unidos.

"Ele cantou sobre a reconciliação, ele sempre teve como objetivo servir ao seu povo. Seu legado é incomensurável, mas a perda é grande."

Yunupingu foi o primeiro indígena australiano de Arnhem Land, terras em grande parte indígenas a nordeste da cidade de Darwin, a receber um diploma universitário.

Um ex-professor de escola, Yunupingu se valeu do sucesso de sua banda para promover causas indígenas e promover a educação, música e cultura em Arnhem Land. Ele foi nomeado Australiano do Ano em 1992 por seu trabalho na música e na educação.

(Por Thuy Ong)

 
Foto de arquivo do líder da banda australiana Youthu Yindi, Mandawuy Yunupingu (E), durante encontro com o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela (D), em Sydney. O vocalista da banda de rock australiana que misturava música tradicional aborígene e rock moderno, morreu aos 56 anos de idade, depois de lutar contra uma doença renal. 03/09/2000 DG/DL