Chef Jamie Oliver prepara expansão global de sua rede italiana

terça-feira, 4 de junho de 2013 14:06 BRT
 

LONDRES, 4 Jun (Reuters) - O chef celebridade Jamie Oliver inspirou cozinheiros domésticos por toda Grã-Bretanha com o seu "pukka tukka" ou receitas nutritivas e agora quer expandir o sua presença internacional, abrindo até 20 de seus restaurantes italianos em todo o mundo.

Oliver, de 38 anos, cujo império de livros, televisão e restaurantes o rendeu uma fortuna estimada em 225 milhões de libras (334 milhões de dólares), na terça-feira anunciou planos de aumentar o número de seus restaurantes italianos fora da Grã-Bretanha de quatro para 20.

Os projetos internacionais estão em vários estágios mas os restaurantes já anunciados este ano incluem unidades na capital da Austrália, Canberra, em Moscou e São Petersburgo, na Rússia, em Istambul, na Turquia, Cingapura e um segundo restaurante em Dubai.

Ele também tem planos para restaurantes no Rio de Janeiro, Hong Kong, Xangai, Pequim, Malásia, Indonésia e Tailândia.

"Em 2013, vamos continuar a nossa expansão internacional, entregando excelentes produtos com verdadeiro valor agregado, ótimo serviço ao cliente e uma variedade de deliciosas e nutritivas refeições", disse John Jackson, presidente do Grupo de Empresas Jamie Oliver, em comunicado.

A cadeia de restaurantes de Oliver, inaugurada há cinco anos, reforçou a riqueza do chef nascido em Essex e divulgou nesta terça-feira lucros de 7,8 milhões de libras em 2012, um aumento de 7,5 por cento ante o ano anterior.

Na Grã-Bretanha, a rede possui 34 restaurantes e receita global para a cadeia subiram 30,3 por cento, para 93,9 milhões de libras no exercício com fim em 30 de dezembro de 2012.

O livro de Oliver e seu trabalho na televisão acrescentaram mais 10 milhões de libras aos seus lucros antes de impostos no ano passado, com sua popularidade continuando a crescer.

A receita total para essa unidade, a Jamie Oliver Holdings, subiu 13,3 por cento durante o ano para 35,3 milhões de libras, auxiliado pelo Reino Unido e as vendas internacionais de seus livros de receitas rápidas.

O amor de Oliver pela comida italiana vem de seu primeiro emprego no restaurante de Antonio Carluccio em Londres, mas foi o restaurante River Cafe, em 1997, que estabeleceu o jovem e carismático chef no caminho para a fama depois que ele fez uma aparição improvisada em um documentário de TV sobre o estabelecimento.

Seu primeiro programa de TV "The Naked Chef" foi lançado no ano seguinte.