Gravação revela detalhes da tentativa de suicídio de Paris Jackson

terça-feira, 11 de junho de 2013 20:44 BRT
 

LOS ANGELES, 11 Jun (Reuters) - Paris Jackson, de 15 anos, filha do falecido cantor Michael Jackson, engoliu 20 comprimidos analgésicos e cortou seu braço na semana passada em uma aparente tentativa de suicídio, segundo gravação de uma conversa de socorristas divulgada nesta terça-feira.

O áudio, divulgado pelo Departamento dos Bombeiros do Condado de Los Angeles, traz novas informações sobre o incidente de 5 de junho na residência da família Jackson em Calabasas, na Califórnia, o que levou um juiz a determinar uma investigação sobre a "saúde, educação e bem-estar" da menina.

A conversa entre equipes de emergência indica que Paris tomou 20 comprimidos de Motrin, um analgésico vendido sem receita médica, e cortou seu braço com uma faca de cozinha.

No trecho divulgado, com um minuto, um dos socorristas diz que a adolescente estava consciente e respirando antes de ser encaminhada para um hospital.

Michael Jackson morreu em 2009, aos 50 anos, vítima de uma overdose de analgésicos.

Por decisão judicial, Paris e seus dois irmãos, Prince Michael e Prince Michael 2º, conhecido como Blanket, vivem sob custódia de sua avó paterna, de 83 anos, e de um primo.

Paris recentemente se reaproximou da mãe, Debbie Rowe, que foi casada com Michael Jackson entre 1996 e 1999, e que abriu mão da custódia dos dois filhos que teve com ele como parte do acordo para o divórcio.

(Reportagem de Eric Kelsey)

 
Paris Jackson, filha do falecido cantor Michael Jackson, participa de um evento em Los Angeles, nos Estados Unidos, em janeiro do ano passado. 26/01/2012 REUTERS/Phil McCarten