Morre na Itália o ator James Gandolfini, astro de "Família Soprano"

quinta-feira, 20 de junho de 2013 16:00 BRT
 

Por Piya Sinha-Roy e Steve Gorman

LOS ANGELES, 20 Jun (Reuters) - James Gandolfini, o ator conhecido por interpretar um atormentado mafioso de Nova Jersey na série de TV "Família Soprano", morreu na quarta-feira, aos 51 anos, enquanto passava férias na Itália.

Mara Mikialian, porta-voz do canal HBO, que produziu a série, disse à Reuters que ele provavelmente sofreu um ataque cardíaco. Gandolfini participaria no sábado do encerramento do Festival de Cinema de Taormina, na Sicília.

O ator foi levado de um hotel de Roma para o hospital geral Umberto 1º, onde, por volta de 23h (horário local), funcionários concluíram que seu coração já havia parado.

"Sopranos", um marco na dramaturgia televisiva dos EUA, ficou no ar por seis temporadas, até junho de 2007. Depois disso, Gandolfini apareceu em vários filmes, como "A Hora Mais Escura" e "O Homem da Máfia".

Ele atualmente se preparava para uma nova série da HBO, "Criminal Justice", e tinha dois filmes com previsão de lançamento no ano que vem.

"Estamos todos em choque e sentindo uma incomensurável tristeza pela perda de um amado membro da nossa família", disse a HBO em nota. "Ele era um homem especial, tinha grande talento, mas, mais importante, era uma pessoa gentil e amorosa, que tratava a todos, independentemente do seu título ou posição, com igual respeito."

Gandolfini começou sua carreira no teatro, em Nova York, e foi indicado ao Tony por seu papel na comédia "O Deus da Carnificina", na Broadway, em 2009.

Assim como seu personagem Tony Soprano, ele tinha ascendência italiana e origem em Nova Jersey, mas era conhecido por seu jeito reservado longe das câmeras, e evitava a publicidade.   Continuação...

 
Ator James Gandolfini é visto ao chegar a um evento em Los Angeles, em 2011. Gandolfini, o ator conhecido por interpretar um atormentado mafioso de Nova Jersey na série de TV "The Sopranos", morreu na quarta-feira, aos 51 anos, enquanto passava férias na Itália. 09/07/2011 REUTERS/Fred Prouser