Merkel pede a Putin devolução de arte saqueada

sexta-feira, 21 de junho de 2013 20:38 BRT
 

SÃO PETERSBURGO, Rússia, 21 Jun (Reuters) - A primeira-ministra alemã, Angela Merkel, disse na sexta-feira ao presidente russo, Vladimir Putin, que obras de arte alemãs tomadas por soviéticos na Segunda Guerra Mundial deveriam ser repatriadas, algo que o líder russo rejeitou rapidamente.

A tensa conversa ocorreu quando os dois governantes inauguravam uma exposição no museu Hermitage, em São Petersburgo. A exposição tem cerca de 600 peças da Idade do Bronze, confiscadas pela União Soviética como indenização de guerra, segundo o governo alemão.

Merkel disse ser louvável que as obras sejam pela primeira vez expostas ao público. "É nossa opinião que essas peças em exposição deveriam ser devolvidas para a Alemanha", afirmou ela.

Putin respondeu que é hora de parar de fazer esse tipo de pedido, pois do contrário a Turquia também poderá exigir da Alemanha a devolução de obras. Ele acrescentou que, para o cidadão médio, não faz diferença o lugar onde as obras ficam expostas.

Segundo a Universidade Humboldt, de Berlim, os soviéticos tomaram mais de 1 milhão de livros e milhares de obras de arte ao final da guerra, das quais muitas não voltaram a ser localizadas.

(Por Andreas Rinke)