Chef de TV Nigella Lawson e marido confirmam divórcio

segunda-feira, 15 de julho de 2013 15:23 BRT
 

LONDON, 15 Jul (Reuters) - A chef de cozinha e celebridade da TV Nigella Lawson e seu multimilionário marido, o colecionador de arte Charles Saatchi, confirmaram nesta segunda-feira que estão se divorciando, um mês depois de um jornal publicar fotos dele com as mãos no pescoço dela do lado de fora de um restaurante de Londres.

As fotos mostram Nigella, muito popular na Grã-Bretanha por seus programas de TV sobre culinária, em lágrimas e levaram Saatchi, um ex-magnata da propaganda, a receber uma advertência da polícia por agressão, apesar de ele ter minimizado o incidente, classificando-o como uma "briguinha".

Nigella, de 53 anos e filha do ex-ministro das Finanças britânico Nigel Lawson, não fez nenhuma declaração pública após o episódio, mas grupo que fazem campanha contra a violência doméstica e a violência contra mulheres reclamaram da falta de medidas tomadas contra Saatchi.

Um comunicado do agente de Nigella confirmou, em nome do casal, que eles estão se divorciando e acrescentou que "nenhuma das partes fará nenhuma reclamação financeira contra a outra".

Fiona Shackleton, que representou Paul McCartney durante seu divórcio de Heather Mills, está trabalhando com Nigella para levar o caso a uma conclusão "rápida e amigável", afirma o comunicado.

"Ambas as partes apreciariam a privacidade para si e para seus filhos neste momento difícil", afirma o comunicado.

Nigella, que recebeu o apelido de "deusa doméstica" depois de lançar um de seus livros sobre culinária, se casou com Saatchi em 2003 depois que seu primeiro marido, o jornalista John Diamond, morreu em consequência de um câncer na garganta. Ela tem dois filhos adolescentes, Cosi e Bruno, fruto de seu primeiro casamento.

Saatchi, de 70 anos, dirigiu a maior agência de publicidade do mundo, a Saatchi & Saatchi, junto com seu irmão na década de 1980.

(Reportagem de Belinda Goldsmith)