Natalie Portman estreia como diretora filmando a infância de Amos Oz

quarta-feira, 24 de julho de 2013 17:43 BRT
 

JERUSALÉM, 24 Jul (Reuters) - A premiada atriz Natalie Portman vai dirigir seu primeiro longa-metragem, baseado em "De Amor e Trevas", autobiografia do escritor israelense Amos Oz, disse o próprio autor nesta quarta-feira.

A atriz israelo-americana, ganhadora do Oscar de melhor atriz em 2011 por "Cisne Negro", também interpretará a mãe de Oz, que cometeu suicídio quando ele tinha 12 anos.

"Ela (Portman) leu ‘De Amor e Trevas' e me pediu os direitos para fazer uma adaptação cinematográfica há uns cinco ou seis anos", disse Oz à Reuters por telefone. "Concordei por causa da minha alta estima pelo trabalho dela. É uma atriz excelente."

"De Amor e Trevas" narra a infância de Oz na Jerusalém dos anos 1940 e 50, passando pela morte da mãe dele, sua ida para um kibutz e as idas e vindas da política israelense após o surgimento da nação.

Oz disse que está ajudando a escrever o roteiro e que Portman deve viajar em setembro a Israel para participar dos preparativos da produção. As filmagens estão previstas para começar em janeiro.

Portman, de 32 anos, nasceu em Jerusalém, filha de pai israelense e mãe americana. Ela foi criada nos Estados Unidos, estudou em Harvard e fez carreira em Hollywood, mas também é fluente em hebraico e já atuou no cinema israelense.

(Reportagem de Dan Williams)