30 de Julho de 2013 / às 12:49 / 4 anos atrás

Mulher é presa após vandalizar Catedral Nacional de Washington

Close mostra marcas em tinta verde na base da estátua de Joseph Henry, o primeiro secretário do Instituto Smithsonian, fora da sede do instituto em Washington, 29 de julho de 2013. Uma mulher foi detida na segunda-feira sob a acusação de jogar tinta verde em parte da Catedral Nacional de Washington, enquanto a polícia continua investigando atos semelhantes de vandalismo em outros monumentos da capital. 29/07/2013 REUTERS/Jason Reed

WASHINGTON, 30 Jul (Reuters) - Uma mulher foi detida na segunda-feira sob a acusação de jogar tinta verde em parte da Catedral Nacional de Washington, enquanto a polícia continua investigando atos semelhantes de vandalismo em outros monumentos da capital.

A catedral, pertencente à Igreja Episcopal, foi fechada depois da descoberta da pintura na entrada e em duas capelas. A polícia disse que agentes detiveram a mulher ao fazer uma varredura no templo.

As autoridades estão investigando se a mesma mulher vandalizou estátuas no Memorial a Lincoln e o Instituto Smithsonian, na semana passada. Algumas pichações tinham formas que evocavam um cruzamento de hieróglifos com figuras humanas “de palitinho”.

Reportagem de Tom Ramstack

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below