Mulher é presa após vandalizar Catedral Nacional de Washington

terça-feira, 30 de julho de 2013 09:55 BRT
 

WASHINGTON, 30 Jul (Reuters) - Uma mulher foi detida na segunda-feira sob a acusação de jogar tinta verde em parte da Catedral Nacional de Washington, enquanto a polícia continua investigando atos semelhantes de vandalismo em outros monumentos da capital.

A catedral, pertencente à Igreja Episcopal, foi fechada depois da descoberta da pintura na entrada e em duas capelas. A polícia disse que agentes detiveram a mulher ao fazer uma varredura no templo.

As autoridades estão investigando se a mesma mulher vandalizou estátuas no Memorial a Lincoln e o Instituto Smithsonian, na semana passada. Algumas pichações tinham formas que evocavam um cruzamento de hieróglifos com figuras humanas "de palitinho".

(Reportagem de Tom Ramstack)

 
Close mostra marcas em tinta verde na base da estátua de Joseph Henry, o primeiro secretário do Instituto Smithsonian, fora da sede do instituto em Washington, 29 de julho de 2013. Uma mulher foi detida na segunda-feira sob a acusação de jogar tinta verde em parte da Catedral Nacional de Washington, enquanto a polícia continua investigando atos semelhantes de vandalismo em outros monumentos da capital. 29/07/2013 REUTERS/Jason Reed