O.J. Simpson recebe benefício, mas segue preso em Nevada

quarta-feira, 31 de julho de 2013 17:50 BRT
 

31 Jul (Reuters) - O ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson recebeu na quarta-feira o direito de liberdade condicional por várias acusações relacionadas a um assalto num hotel de Las Vegas, mas continuará preso pelo menos até 2017 por causa de outras acusações.

O ex-atleta e ex-ator é mais conhecido por ter sido absolvido em 1995 do assassinato da sua mulher, Nicole Brown, e de um amigo dela. Posteriormente, ele foi condenado em uma ação civil movida pelas famílias das vítimas.

Em 2007, Simpson foi preso em Las Vegas ao assaltar com cinco cúmplices comerciantes de objetos ligados a celebridades. Ele alegou que as vítimas do roubo estavam vendendo objetos que haviam sido furtados do próprio Simpson.

No ano seguinte, Simpson foi condenado a até 33 anos de prisão por esse caso, pena que pode ser reduzida se ele conseguir outros benefícios de liberdade condicional e receber créditos por bom comportamento.

A Justiça de Nevada anunciou que ele já tem direito aos benefícios pelas acusações de sequestro, roubo e assalto à mão armada, pelo fato de ter bom comportamento e também pelo fato de que permanecerá preso devido às demais condenações.

(Reportagem de Alex Dobuzinskis)