ESTREIA-"RED 2" renova franquia e charme de espiões aposentados

quinta-feira, 1 de agosto de 2013 11:03 BRT
 

SÃO PAULO, 1 Ago (Reuters) - Com o sucesso de bilheteria de "RED - Aposentados e Perigosos" (2010), filme baseado em uma HQ de relativo sucesso da DC, nada mais natural que o estúdio Summit lançar uma continuação, "RED 2 - Aposentados e Ainda Mais Perigosos", aproveitando brechas nas agendas de um elenco memorável.

Bruce Willis, John Malkovich, Helen Mirren e Brian Cox voltam a interpretar os papéis de agentes veteranos (os dois primeiros aposentados) da inteligência norte-americana, inglesa e russa, respectivamente, que precisam voltar à ativa graças a uma nova ordem de "queima de arquivo".

Desta vez, Frank (Willis) que vive uma vida tediosa com Sarah (Mary-Louise Parker), par romântico do longa anterior, e Marvin (Malkovich) são perseguidos pois supostamente são testemunhas de uma operação secreta chamada Nightshade. Assim, não apenas precisam salvar as próprias vidas, como também descobrir o que afinal foi a tal operação.

Com a participação especial de Catherine Zeta-Jones, como uma sexy espiã russa, e Anthony Hopkins, na pele do brilhante e louco físico Dr. Edward Bailey, o filme é uma comédia de ação, que nada perde para suas semelhantes protagonizadas por gerações mais jovens. Pode-se dizer até sem tantas plásticas e botox como no também divertido "Os Mercenários".

Com diálogos descaradamente exagerados e efeitos especiais precisos, similares aos das franquias "G.I. Joe" e "Velozes e Furiosos", "RED 2" diverte ao utilizar a idade de seus atores justamente como contraponto ao vigor das cenas de ação.

Experiência pode vencer a força, mas Willis e Mirren estão ali para mostrar que experiência combinada com força são invencíveis.

(Por Rodrigo Zavala, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb