Anel de Jane Austen deve ficar na Grã-Bretanha após doação

terça-feira, 13 de agosto de 2013 14:30 BRT
 

Um raro anel de ouro e turquesa que já pertenceu à romancista do século 19 Jane Austen deve permanecer na Grã-Bretanha depois que um museu britânico recebeu uma doação de 100.000 libras (154.800 dólares) para impedir que a proprietária o leve para os EstadosUnidos.

O Museu da Casa de Jane Austen pode agora fazer uma"declaração séria" de intenção de compra da peça, depois de ter sido adquirido em leilão por um lance dado pela cantora pop norte-americana Kelly Clarkson no ano passado.

A cantora, que se diz uma "fã enorme" de Austen, nãopôde tirar o anel do país depois que o governo britânico estabeleceu uma proibição temporária de exportação da peça.

A doação dá ao museu a possibilidade de fazer umaoferta pelo anel -uma das únicas três jóias de Austen conhecidas -, que foi comprado por Clarkson por mais de 150.000 libras. "Sempre quisemos comprar o anel para o museu, masno ano passado achamos que não conseguiríamos levantar o dinheiro suficiente a tempo de ir ao leilão", disse à Reuters Louise West, arrecadadora de fundos do Museu Jane Austen.

O museu levantou até agora 103.200 das 152.450libras necessárias para manter o anel na Grã-Bretanha depois de lançar uma campanha, e tem até dezembro para levantar as 49.000 libras restantes.

"Se formos bem-sucedidos, irá para o museu e serácolocado em exposição. Você será capaz de vir e vê-lo junto com as outras joias usadas por Jane Austen. Então, de certa forma, estará voltando para casa", acrescentou West. Autora de clássicos como "Orgulho e Preconceito", Jane Austen também era proprietária de um bracelete de turquesa e de uma cruz de topázio, que estão em exibição na sua antiga casa em Hampshire, no sul da Inglaterra.