Oprah Winfrey diz lamentar repercussão de incidente em loja suíça

quarta-feira, 14 de agosto de 2013 16:47 BRT
 

LOS ANGELES, 13 Ago (Reuters) - Oprah Winfrey disse lamentar a repercussão dos seus comentários sobre um incidente em uma loja de luxo na Suíça onde uma balconista se recusou a lhe mostrar uma bolsa de 38.100 dólares no mês passado.

Oprah disse na noite de segunda-feira em Los Angeles, na pré-estreia de "O Mordomo", filme do qual participa como atriz, que lamenta a proporção que o incidente adquiriu.

"Eu propositalmente não mencionei o nome da loja. Lamento que eu tenha dito que foi na Suíça", afirmou ela a jornalistas. "Estava apenas citando um exemplo de estar num lugar onde as pessoas não esperam que você possa estar."

Oprah, de 59 anos, disse na semana passada que foi destratada pela balconista de uma loja de Zurique durante viagem no mês passado para o casamento da cantora Tina Turner.

Na ocasião, segundo ela, a funcionária teria se recusado a lhe mostrar uma bolsa do estilista Tom Ford, dizendo que ela era "cara demais" e que havia outros modelos mais baratos à disposição.

A empresa Trois Pommes, que opera as lojas da grife Tom Ford, disse que não se tratou de racismo contra Oprah, que é negra, e sim de um mal entendido.

(Por Patricia Reaney, com reportagem adicional de Katharina Bart e Emma Farge)

 
Oprah winfrey, integrante do elenco do filme "O Mordomo", na estréia do longa em Los Angeles. 12/08/2013 REUTERS/Fred Prouser