Ator Wentworth Miller assume ser gay e rejeita convite para festival russo

quinta-feira, 22 de agosto de 2013 11:42 BRT
 

LOS ANGELES, 22 Ago (Reuters) - O ator e roteirista Wentworth Miller, conhecido como protagonista da série de TV "Prison Break", assumiu ser homossexual, em carta na qual rejeita um convite para um festival de cinema em São Petersburgo, em protesto contra a recente lei russa que pune a apologia à homossexualidade.

Miller, 41, divulgou a carta, na quarta-feira, no site da entidade Glaad, que monitora a representação midiática de pessoas e questões homossexuais, bissexuais e transgênero.

"Obrigado por seu gentil convite", disse ele na carta endereçada a Maria Averbakh, diretora do festival, no qual Miller seria o convidado de honra.

"Como alguém que gostou de visitar a Rússia no passado e que também pode declarar algum grau de ancestralidade russa, eu ficaria feliz de dizer que sim. No entanto, como gay, preciso declinar."

Miller se disse "profundamente perturbado pela atual atitude e tratamento do governo russo para com homens e mulheres homossexuais", e afirmou que prefere não participar de um evento num país "onde gente como eu está sendo sistematicamente privada do seu direito básico de viver e amar abertamente".

(Reportagem de Piya Sinha-Roy)

 
Ator Wentworth Miller tira foto junto com os fãs durante a estreia de "Resident Evil 4: Recomeço" em Tóquio. Miller, conhecido como protagonista da série de TV "Prison Break", assumiu ser homossexual, em carta na qual rejeita um convite para um festival de cinema em São Petersburgo, em protesto contra a recente lei russa que pune a apologia à homossexualidade. 2/09/2010. REUTERS/Kim Kyung-Hoon