Estrelas, sexo tabu e morte no festival de cinema de Veneza

segunda-feira, 26 de agosto de 2013 13:02 BRT
 

Por Michael Roddy

LONDRES, 26 Ago (Reuters) - Espaço, estrelas e sexo tabu estarão em exibição em Veneza esta semana, enquanto o festival internacional de cinema mais antigo do mundo luta para manter sua cabeça fora da água em uma cidade que afunda lentamente no mar.

O 70º Festival de Cinema de Veneza vai tentar superar a concorrência de espetáculos cada vez mais populares em Roma e Toronto ao abrir com a estreia mundial da fantasia espacial em 3D "Gravidade", filme estrelado por George Clooney e Sandra Bullock.

Dirigido pelo mexicano Alfonso Cuarón ("Filhos da Esperança" e bem-sucedidas sequências de Harry Potter), o filme retrata Bullock e Clooney como astronautas à deriva após um acidente com sua nave.

"Eu acho que o assunto principal sobre Veneza é o festival provar que não está deixando Toronto tirar seu fôlego", disse Jay Weissberg, crítico de cinema da publicação especializada Variety, à Reuters em uma entrevista por telefone.

"O número de filmes de língua inglesa é fenomenal e o festival de Roma não afetou em nada."

Grandes nomes que disputam o Leão de Ouro de Veneza incluem Scarlett Johansson, como uma alienígena em "Under the Skin", Zac Efron em "Parkland", encenado no hospital de Dallas para onde John F. Kennedy foi levado após ser baleado, e Matt Damon na fantasia distópica "The Zero Theorem", dirigido por Terry Gilliam.

Nicolas Cage estrela como um ex-presidiário no filme que se passa no sul selvagem dos EUA "Joe", enquanto Judi Dench procura pela criança que foi forçada a dar para adoção em "Philomena".

A improvável "estrela" do festival será o ex-secretário de Defesa dos EUA nos tempos da guerra do Iraque, Donald Rumsfeld, presente no documentário "The Unknown Known", cujo título faz referência à sua famosa máxima sobre as ameaças que conhecemos e aquelas que não conhecemos.   Continuação...