Cineasta japonês Miyazaki planeja se aposentar, diz estúdio

segunda-feira, 2 de setembro de 2013 15:58 BRT
 

VENEZA, 2 Set (Reuters) - Hayao Miyazaki, o diretor japonês conhecido por filmes de animação como "A Viagem de Chihiro", vencedor do Oscar da categoria, planeja se aposentar do cinema depois de uma carreira de cinco décadas, informou sua produtora no domingo, no Festival de Veneza.

"Na próxima semana Miyazaki dará uma entrevista à imprensa em Tóquio para anunciar sua aposentadoria", disse Koji Hoshino, chefe do Studio Ghibli, cofundado por Miyazaki, em entrevista coletiva do festival.

Hoshino não deu nenhuma explicação para a decisão do diretor, que costuma ser descrito como o Walt Disney do Japão.

"Não posso responder a nenhuma pergunta sobre isso porque haverá uma entrevista oficial à imprensa sobre o assunto. Ele quer dizer adeus a todos vocês, do fundo de seu coração", declarou Hoshino.

Miyazaki fez 11 longas-metragens. O mais recente, cujo nome em inglês é "The Wind Rises", é um sucesso de bilheteria no Japão e estreou domingo no Lido de Veneza, apesar de Miyazaki não estar presente no evento.

Baseado na história do homem que projetou o temido avião japonês de combate Zero, usado na Segunda Guerra Mundial, o filme tem como temas os perigos do nacionalismo e a guerra, o que desencadeou críticas sem precedentes ao diretor.

Comentaristas viram a obra como uma advertência velada de que o Japão pode estar novamente se encaminhando para uma direção semelhante. Miyazaki, de 72 anos, enfatizou esse alerta em um ensaio crítico, em meados de julho, sobre as propostas do primeiro-ministro Shinzo Abe de rever a Constituição pacifista do Japão.

Muitos dos filmes do diretor têm um cunho ambientalista ou feminista.

Entre seus filmes mais conhecidos estão "Conan - o Rapaz do Futuro", " Nausicaã do Vale do Vento" e "O Castelo Animado". Seu filme "Princesa Mononoke", de 1997, recebeu o equivalente japonês ao Oscar de melhor filme e foi uma das produções japonesas de maior bilheteria nacional naquele momento.

"A Viagem de Chiriro" ganhou o Oscar de melhor animação de 2002 e também foi um enorme sucesso internacional.

(Reportagem de Michael Roddy)