Mercedes vai abrir museu em Pequim para tentar impulsionar vendas

segunda-feira, 23 de setembro de 2013 17:24 BRT
 

FRANKFURT, 23 Set (Reuters) - A Mercedes-Benz planeja abrir um museu em Pequim para mostrar a herança da marca, a mais recente tentativa da montadora de luxo para impulsionar as vendas na China.

O museu será o primeiro de uma montadora de luxo estrangeira na China e segue uma série de tentativas da Mercedes, de propriedade da Daimler, para aumentar sua atuação no país, incluindo a nomeação de um executivo com foco no mercado e um acordo para comprar uma participação em seu parceiro local.

"A Daimler está procurando novas maneiras de interagir com mais frequência com o cliente e deixá-lo mais animado sobre a marca Mercedes-Benz. Um novo museu é certamente uma forma de apoiar isso", disse o analista da LBBW Frank Biller.

Montadoras alemãs, incluindo Mercedes, Porsche e BMW, possuem museus em seu mercado doméstico para mostrar as suas marcas, que, segundo especialistas, podem aumentar seu apelo entre os potenciais compradores.

A empresa não deu detalhes sobre o tamanho ou o escopo do projeto, nem quando ele pode ser inaugurado.

Mais de 5 milhões de pessoas visitaram o Museu Mercedes-Benz em Stuttgart desde que sua abertura, em maio de 2006, disse um porta-voz da Daimler.

(Reportagem de Christiaan Hetzner)