Cher diz que se guardou para primeiro álbum em 12 anos

quinta-feira, 26 de setembro de 2013 10:51 BRT
 

LOS ANGELES, 25 Set (Reuters) - Poucos artistas conseguem manter uma carreira ativa ao longo de cinco décadas, mas a diva pop Cher garante que seu novo álbum representa o "melhor esforço até hoje".

A cantora e atriz, de 67 anos, lançou na terça-feira "Closer to the Truth", 26º álbum da carreira de Cher, e o primeiro em 12 anos.

"É o meu melhor esforço até hoje, estou muito feliz com ele. Estou cantando melhor do que nunca, e as músicas são realmente boas. Estou inacreditavelmente orgulhosa", disse a cantora à Reuters em sua casa em Malibu, na Califórnia.

O novo álbum inclui uma faixa produzida por Paul Oakenfold, "Woman's World", ode feminista disco-pop, além de composições da pop star Pink, como "Lie to Me", e a agitada "I Walk Alone".

"Uma música só é boa ou ruim no que diz respeito aos seus sentimentos. Então sei imediatamente, só sei. Além do mais, se não me toca não posso cantar", disse a artista californiana, que começou a fazer sucesso em 1965, quando formava dupla com seu marido, Sonny Bono. Nos anos 70, ela se lançou em carreira solo.

Apesar de ter uma legião de fãs, incluindo mais de 1,7 milhão de seguidores no Twitter e 500 mil curtidas no Facebook, a cantora diz que ainda se surpreende com o interesse que desperta.

"Simplesmente não me ocorreu que alguém estaria aguardando meu próximo projeto com a respiração suspensa. Faço isso há, o que, quase 50 anos? Simplesmente não me ocorreu mais fazer. Ninguém entende isso, mas simplesmente não pensei a respeito."

Cher novamente sairá em turnê para divulgar o novo trabalho, e promete usar uma nova tecnologia nos shows que fará em 49 cidades da América do Norte a partir de março.

Após uma carreira tão longeva, a artista não tem papas na língua para mostrar suas opiniões a respeito de assuntos como a defesa da comunidade LGBT --que a tem como um ícone-- ou críticas ao comportamento de jovens estrelas.

Ela reprovou, por exemplo, a recente apresentação provocativa de Miley Cyrus no prêmio VMA, da MTV.

"Não gostei porque não acho que tenha sido o melhor esforço dela. Achei que ela realmente precisava parar e repensar isso. Acho que não estava à altura dos padrões que eu gostaria de ter visto profissionalmente."

 
Cantora Cher canta durante apresentação em Nova York. Poucos artistas conseguem manter uma carreira ativa ao longo de cinco décadas, mas a diva pop Cher garante que seu novo álbum representa o "melhor esforço até hoje". 23/09/2013. REUTERS/Keith Bedford