Diamante raro pode alcançar valor recorde de US$60 milhões em leilão

quarta-feira, 25 de setembro de 2013 19:40 BRT
 

Por Stephanie Nebehay

GENEBRA, 25 Set (Reuters) - Um diamante cor-de-rosa raro e enorme pode ser arrematado por mais de 60 milhões de dólares num leilão em novembro, uma vez que os colecionadores estão em busca de peças únicas no forte mercado internacional de joias, disse a Sotheby's nesta quarta-feira.

O "Estrela Cor-de-Rosa, de 59,6 quilates, é o diamante mais valioso a ser leiloado, informou a empresa, que mostrou a pedra oval com a parte superior de gradação rosa brilhante, em meio a um forte esquema de segurança em um hotel de luxo.

"É cheio de fogo e luz. Se for vendido, será um preço recorde para qualquer gema até hoje levada a leilão", afirmou David Bennett, presidente da divisão de joalheria da Sotheby's na Europa e Oriente Médio, falando à Reuters em Genebra, onde a pedra será a estrela do lote que irá a leilão em 13 de novembro.

O recorde atual é do "Graff Rosa", diamante de rosa intenso, de 24,78 quilates, comprado em um leilão em 2010 por Laurence Graff, joalheiro londrino conhecido como "O Rei dos Diamantes", por 45,44 milhões de francos suíços (45,75 milhões dólares da época).

O "Estrela Cor-de-rosa" foi cortado e polido de uma pedra de 132,5 quilates de diamante bruto extraída pela De Beers em algum lugar na África, em 1999, de acordo com a Sotheby's, que disse não ter informações sobre a origem geográfica exata.

A pedra, colocada sobre um anel, foi vendida pela primeira vez em 2007 e o atual dono permanece anônimo, informou a porta-voz da Sotheby's.

 
Modelo mostra o "Pink Star", diamante rosa de 59,6 quilates em formato oval, na casa de leilão Sotheby's, em Genebra. O diamante cor-de-rosa raro e enorme pode ser arrematado por mais de 60 milhões de dólares num leilão em novembro, uma vez que os colecionadores estão em busca de peças únicas no forte mercado internacional de joias, disse a Sotheby's nesta quarta-feira. 25/09/2013. REUTERS/Ruben Sprich