Cantor country é mandado para terapia após incidente em barco

sexta-feira, 27 de setembro de 2013 19:43 BRT
 

ATLANTA (Reuters) - O cantor country Billy Currington foi condenado na sexta-feira a cinco anos de prisão com direito a sursis, e terá de pagar multa de mil dólares e se submeter a uma terapia para aprender a administrar a raiva, por causa de um incidente em que teria feito ameaças a um idoso capitão naval, segundo promotores.

O marinheiro de 70 anos disse em abril à polícia que levava dois passageiros em um passeio nos arredores da casa de Currington, em Savannah, na Geórgia, quando o cantor "começou a gritar com eles".

Mais tarde, quando o barco passou pelo local na volta do passeio, Currington estava em seu próprio barco com uma câmera e acompanhou a embarcação fretada até o cais, onde teria ameaçado o comandante, segundo boletim de ocorrência.

Um júri de instrução acatou a abertura de processo contra o artista por "ameaças terroristas" e por abuso a idoso.

Em audiência na sexta-feira, Currington não se declarou nem culpado nem inocente da acusação de agressão ao idoso. A acusação de ameaça foi retirada, segundo a promotoria.

Currington, de 39 anos, é conhecido por sucesso como "Pretty Good At Drinkin' Beer" e "That's How Country Boys Roll".

(Por David Beasley)