Artista britânico Ovenden é condenado por crime sexual contra menores

quinta-feira, 10 de outubro de 2013 11:33 BRT
 

LONDRES, 9 Out (Reuters) - O artista britânico Graham Ovenden foi sentenciado na quarta-feira a 27 meses de prisão por cometer abusos sexuais contra crianças. A pena em primeira instância era de 12 meses, mas os juízes que analisaram o recurso a consideraram branda demais.

Ovenden, de 70 anos, conhecido mundialmente por retratar meninas, foi condenado em abril por seis acusações de indecência e uma de atentado ao pudor, relativas a três meninas que posaram para ele entre 1975 e 85.

Em junho, o artista foi condenado a 12 meses de prisão, com suspensão da pena por dois anos. Mas o procurador-geral Dominic Grieve recorreu.

O tribunal de apelações cancelou na quarta-feira o direito a sursis e elevou a pena a 27 meses de prisão, rejeitando o argumento da defesa de que o interesse de Ovenden pelas meninas era artístico, não sexual. Ele não poderá mais recorrer.

Depois da condenação do artista, em abril, a Tate Gallery retirou do seu site mais de 30 obras do artista, incluindo imagens de meninas nuas ou seminuas.

(Reportagem de Belinda Goldsmith)