Três norte-americanos ganham Nobel de economia

terça-feira, 15 de outubro de 2013 18:10 BRT
 

ESTOCOLMO, 14 Out (Reuters) - Três norte-americanos ganharam nesta segunda-feira o Prêmio Nobel de Economia 2013 por pesquisa que aprimorou as projeções de preços de ativos a longo prazo e ajudou o surgimento de fundos de índices em bolsas de valores, disse a comissão de premiação.

"Não há como prever o preço de ações e títulos pelo próximos dias ou semanas", disse a Real Academia Sueca de Ciências ao conceder a premiação de 8 milhões de coroas para Eugene Fama, Lars Peter Hansen e Robert Shiller.

"Mas é bem possível prever a trajetória geral desses preços por períodos mais longos como para os próximos três a cinco anos. Essas descobertas... foram feitas e analisadas pelos laureados deste ano", afirmou a academia.

O comportamento do preço de ativos são chave para decisões sobre poupança, compras de imóveis e políticas econômicas nacionais, disse a academia.

"A má precificação de ativos pode contribuir para crises financeiras e, como a recente recessão global demonstra, tais crises podem prejudicar a economia como um todo", acrescentou.

A premiação econômica, oficialmente chamada Prêmio Sveriges Riksbank em Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel, foi criado em 1968. A honraria não integra o grupo de prêmios originais estabalecidos no testamento de 1895 do inventor da dinamite Alfred Nobel.

(Por Niklas Pollard)

 
Fotos dos ganhadores do Prêmio Nobel de Economia 2013 Eugene Fama, Lars Hansen e Robert Shiller são apresentadas durante coletiva de imprensa em que o prêmio foi anunciado, em Estocolmo. Eles foram premiados por pesquisa que aprimorou as projeções de preços de ativos a longo prazo e ajudou o surgimento de fundos de índices em bolsas de valores, disse a comissão de premiação. 14/10/2013. REUTERS/Claudio Bresciani/TT News Agency