Cantor de R&B CeeLo Green é acusado de fornecer ecstasy a mulher

segunda-feira, 21 de outubro de 2013 21:00 BRST
 

LOS ANGELES, 21 Out (Reuters) - O cantor de R&B e jurado do "The Voice" CeeLo Green foi acusado nesta segunda-feira de dar ecstasy a uma mulher, supostamente passando a droga a ela enquanto os dois jantavam, disseram autoridades do escritório da promotoria de Los Angeles.

Green, cujo nome verdadeiro é Thomas DeCarlo Callaway, foi formalmente acusado de fornecer substância controlada.

Ele "deslizou" o ecstasy para a mulher de 33 anos enquanto os dois jantavam em um restaurante de Los Angeles, em julho de 2012, disseram promotores em comunicado.

A nota acrescentou que Green, de 39 anos, premiado com o Grammy, e a mulher não identificada voltaram ao quarto dela depois do jantar.

O site de celebridades TMZ.com informou no ano passado que a mulher do caso havia apresentado uma queixa à polícia acusando Green de agressão sexual. A porta-voz do escritório da promotoria, Jane Robison, disse que a mulher entrou em contato com a polícia.

Os promotores, no entanto, disseram que não havia provas suficientes para acusar Green de estuprar uma pessoa intoxicada.

Representantes de Green não retornaram imediatamente pedidos da Reuters para comentar o assunto.

(Reportagem de Piya Sinha-Roy)