Hungria reabre a sala Liszt, coração musical de Budapeste

terça-feira, 22 de outubro de 2013 20:39 BRST
 

BUDAPESTE, 22 Out (Reuters) - A Hungria celebrou nesta terça-feira sua rica herança musical com um concerto de gala para marcar a reforma e reabertura da principal sala de apresentações da Academia Liszt, em Budapeste.

O concerto começou com uma banda de metais, realçando a famosa acústica da sala. Em seguida foram apresentadas uma dança húngara de Brahms, uma canção folclórica e peças de Bartok para duos de violinos.

Diante de uma plateia lotada, o primeiro-ministro do país, Viktor Orban, lembrou que o húngaro é um idioma notoriamente difícil e que, por isso, "talvez mostremos mais o nosso talento na música".

A Academia, que funciona num prédio art-déco de 107 anos, foi fundada pelo próprio Franz Liszt, o primeiro "superstar" mundial do piano e um dos grandes compositores do século 19.

Orban disse que pretende gastar mais em arte e cultura, "porque a vida é mais do que lutar pela sobrevivência".

(Reportagem de Michael Roddy)

 
Visão geral da recém-reformada sala de apresentações da Academia Liszt, em Budapeste, na Hungria, na segunda-feira. 21/10/2013 REUTERS/Laszlo Balogh