Cantor Chris Brown se declara inocente de acusação de agressão

terça-feira, 29 de outubro de 2013 12:52 BRST
 

WASHINGTON, 28 Out (Reuters) - O cantor de R&B Chris Brown se declarou inocente nesta segunda-feira de uma acusação de má conduta, como resultado de uma briga no domingo do lado de fora de um hotel em Washington.

Brown, de 24 anos, foi preso na manhã de domingo perto do W Hotel. Outro homem envolvido na briga, Christopher Hollosy, de 35 anos, descrito nos documentos judiciais como guarda-costas de Brown, também foi preso e acusado de agressão.

Brown enfrenta uma pena máxima de seis meses de prisão e multa de 1.000 dólares, se condenado.

Brown, conhecido por sucessos como "Deuces" e "Look at Me Now", apareceu algemado no tribunal do distrito de Columbia, onde um advogado de defesa entrou com pedido de inocência.

O juiz marcou uma audiência preliminar para 25 de novembro.

O boletim de ocorrência policial informou que duas mulheres pediram para Brown tirar uma foto com elas do lado de fora do hotel. Ele se opôs quando Parker Adams, de 20 anos, de Beltsville, Maryland, tentou entrar na foto.

O cantor teria dado um soco no rosto de Adams, e Hollosy fez o mesmo, de acordo com o boletim.

(Por Ian Simpson)

 
Cantor Chris Brown se apresenta no NBC's 'Today' Show no Rockefeller Center, em Nova York. Chris Brown se declarou inocente nesta segunda-feira de uma acusação de má conduta, como resultado de uma briga no domingo do lado de fora de um hotel em Washington. 30/8/2013. REUTERS/Carlo Allegri