Cães e gatos são resgatados na casa onde Grace Kelly passou a infância

sexta-feira, 1 de novembro de 2013 20:54 BRST
 

FILADÉLFIA, Estados Unidos, 1 Nov (Reuters) - O deteriorado casarão onde a atriz Grace Kelly passou a infância, nos Estados Unidos, foi alvo de uma ação policial nesta semana por causa de denúncias de maus tratos contra animais.

Funcionários da Sociedade de Prevenção à Crueldade contra Animais da Pensilvânia apreenderam 14 gatos e um cachorro na casa, ocupada por uma idosa solitária no bairro de East Falls, em Filadélfia. Um gato morto também foi achado.

A porta-voz da sociedade de proteção animal, Lindar Torelli, disse que a organização passou a receber queixas sobre o local há pelo menos uma década, mas que sua ocupante, Marjorie Bamont, de 81 anos, nunca abria a porta para os investigadores.

Isso mudou na quarta-feira. Depois que um agente viu um gato morto dentro da casa, as autoridades conseguiram um mandado judicial e entraram na quinta-feira no imóvel.

Torelli disse que o local estava infestado de pulgas e coberto de fezes. Bamont, que mora lá desde 1973, foi levada para uma avaliação psiquiátrica e pode sofrer acusações criminais.

"Ela estava envolvida no resgate de gatos, mas ela não entendeu direito", disse Torelli. "Essa é a ironia. Ela na verdade entrou nisso com a melhor das intenções."

A casa onde a idosa mora havia pertencido a John Brendan Kelly Sr., tricampeão olímpico de remo e mais tarde um próspero construtor. Sua filha Grace, nascida em 1929, estrelou filmes como "Janela Indiscreta" e se tornou princesa de Mônaco ao se casar com o príncipe Rainier.

(Reportagem de Daniel Kelley)